Início Áreas de conhecimento Comunicação e Design Como a criatividade pode valorizar uma peça publicitária?

Como a criatividade pode valorizar uma peça publicitária?

0
73

As propagandas não servem apenas para vender produtos. Elas também entretêm, emocionam e divertem os consumidores. Para fazer um bom anúncio, os profissionais da área precisam pôr a cabeça para funcionar, expressando não só seus conhecimentos e suas técnicas mas também sua criatividade.

As peças publicitárias podem cair em dois extremos: ser um fiasco e arruinar a marca ou um sucesso e ficar gravadas na mente do público. Com tamanha responsabilidade, os publicitários e outros profissionais que trabalham com isso são desafiados a manter-se atualizados às novidades que o mercado constantemente apresenta.

A inovação é uma palavra recorrente nesse meio. No entanto, segundo o coordenador da Pós-Graduação em Comunicação, Design e Expressão Visual da UP, Oscar Teixeira, esse conceito precisa ser revisto. “Inovar não é, necessariamente, fazer uma coisa nova, mas sim trazer para o seu receptor algo com uma característica e algumas possibilidades de percepção diferentes”, diz.

Se olharmos a história da publicidade mundial, notaremos algo em comum entre as campanhas que entraram para o grupo das inesquecíveis: todas elas dialogam com o cidadão. Além dos benefícios que apresentam em relação ao produto oferecido, elas mexem com a vida emocional do público, proporcionando reflexão, alegria e, em algum nível, transformação.

A cara que a marca tem

Uma boa sacada pode alavancar qualquer marca. As propagandas têm o poder de apresentar a qualidade que essa marca tem – de originalidade, versatilidade, engajamento ou sofisticação, por exemplo. Para isso, é preciso combinar a criatividade com uma linguagem que seja apropriada para conversar intimamente com o público.

Hoje em dia, é possível criar excelentes propagandas sem ter que fazer malabarismos ou gastar rios de dinheiro. A diversidade de formatos viabiliza a divulgação de produtos e serviços de maneira econômica, trazendo, assim mesmo, grandes resultados. A própria internet ajuda nesse processo: é comum peças publicitárias interessantes viralizarem nas redes sociais.

Para o professor Teixeira, dominar as técnicas de desenvolvimento de uma peça é também um fator determinante para torná-la criativa, uma vez que cada meio tem suas particularidades. “Além de ter ideias originais, é desejável que o profissional seja capaz de incluir aspectos culturais e emocionais em seus trabalhos, para que eles realmente sejam criativos e inovadores”, completa.

Vastidão de referências artísticas e culturais

Um dos atributos mais procurados nos profissionais envolvidos com a publicidade é o cultivo de um vasto repertório cultural. Saber utilizar referências artísticas nas criações – brincando com os símbolos e elementos da mente coletiva – confere valor ao material. Aliando isso a habilidades estéticas e técnicas específicas, a inovação simplesmente acontece.

Quer ser esse profissional criativo e inovador? A Universidade Positivo tem o curso de Pós-Graduação certo para você.

Leia também: Número de alunos com Pós-Graduação está crescendo. Como minha escolha de curso pode ser um diferencial?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui